Revisão: Eficácia e Segurança de Ingredientes Comuns em Afrodisíacos Usados para Disfunção Erétil
03 de março de 2020

Revisão: Eficácia e Segurança de Ingredientes Comuns em Afrodisíacos Usados para Disfunção Erétil

Compartilhe

A disfunção erétil (DE) é a incapacidade de atingir ou sustentar uma ereção para a relação sexual. Os homens afetados endossam dificuldades com a intimidade e sentimentos de culpa e vergonha. Embora estejam disponíveis tratamentos médicos, os pacientes relutam em discutir a disfunção erétil com os médicos e costumam usar suplementos alimentares para tentar tratar a disfunção erétil. Como tal, é necessário compreender melhor os efeitos dos ingredientes utilizados nos nutracêuticos no tratamento da disfunção erétil.

 

Leitura recomendada: Suplementos e Sexualidade: O Google responde?

 

 

Objetivos


Para resumir a literatura sobre a eficácia e segurança dos ingredientes mais comuns usados em suplementos de disfunção erétil.

 

Métodos


10 dos ingredientes mais comuns em suplementos de DE foram revisados usando a literatura indexada no PubMed para avaliar sua eficácia e segurança no tratamento de DE. As principais conclusões foram resumidas para incluir o uso histórico, ingredientes ativos, estudos anteriores em animais, estudos em humanos e toxicidade.

 

Resultados


Os nutracêuticos utilizados no tratamento de DE incluem uma variedade de ingredientes. Embora a L-arginina seja um complemento seguro com dados clínicos que apoiam a função erétil aprimorada, existem dados limitados sobre a eficácia de outros ingredientes no tratamento da disfunção erétil.

 

Leitura recomendada: Por que alguns homens compram produtos para aumentar o desempenho sexual sem consultar um médico?

 

 

Conclusão


Apesar do crescente uso de suplementos para o tratamento da disfunção sexual, os suplementos de DE continuam sendo pouco estudados, com dados limitados demonstrando a eficácia de ingredientes individuais. Mais estudos são necessários para determinar definitivamente a eficácia dos nutracêuticos no tratamento da disfunção erétil.

 

Srivatsav A, Balasubramanian A, Pathak UI, et al. Efficacy and Safety of Common Ingredients in Aphrodisiacs Used for Erectile Dysfunction: A Review. J Sex Med 2020;XX:XXX–XXX.

Fonte: https://www.smr.jsexmed.org/article/S2050-0521(20)30002-0/pdf

 

 

Saiba mais:

Telemedicina pode ajudar homens com Disfunção Erétil?

Existem maneiras naturais de aumentar a testosterona?